logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Histórico

O gosto pela locução surgiu cedo para o diretor José Paulo Ledur, que juntamente com o diretor Eloy Milton Scheibe, comandava programas aos sábados pela emissora Sarandiense Ltda, em Sarandi, por aproximadamente 12 anos.

A partir daí, surgiu a ideia de ter uma rádio no município de Chapada. Através do engenheiro eletrônico Alfio Rosin (filho do professor Rosin que na época era o diretor da Rádio de Sarandi), foi requisitado um estudo de viabilidade técnica que em ato contínuo foi encaminhado ao DENTEL – Departamento Nacional de Telecomunicações, órgão vinculado ao Ministério das Comunicações, que na época era o setor responsável pelas telecomunicações. José Paulo e Milton Kamphorst, com a colaboração do deputado Osvaldo Bender, conseguiram a concessão do canal de radiodifusão de uma rádio AM (Amplitude Modulada), que naquele período dependia da assinatura do ministro das comunicações, e quem ocupava este cargo era o baiano Antônio Carlos Magalhães. Assim, a Rádio Simpatia AM foi fundada no dia 7 de março de 1988, data em que foi registrada na Junta Comercial, com a composição societária de Milton Kissmann Kamphorst 50%, e de José Paulo Ledur e João Aquiles Ledur, com 25% cada.

O nome foi consequência da identificação do município, Chapada: "A Simpatia do Alto Uruguai"; como na época a maioria das rádios tinham nomes extensos, buscava-se algo diferente. Logo, optaram pelo nome Rádio Simpatia.

Após a compra de alguns equipamentos, Eloy Milton Scheibe se integrou aos sócios, comprando 25% da parte do sócio majoritário Milton Kamphorst. Foi adquirido o restante do material e alugado o prédio na Rua 7 de Setembro, 601, onde a Rádio Simpatia emitiu os primeiros sons no dia 30 de novembro de 1989, por aproximadamente 30 segundos. No dia 1º de dezembro de 1989, a rádio entrou no ar em caráter experimental, às 6 horas da manhã, data em que foi inaugurada, com a presença de grande público, quando aconteceu o corte da fita pelos sócios-proprietários: José Paulo Ledur, Eloy Milton Scheibe, João Aquiles Ledur e Milton Kissmann Kamphorst, permanecendo no ar em caráter experimental até o dia 7 de dezembro, e oficialmente, em definitivo, através da Frequência 1.500 KHz, com direito a exploração comercial no dia 8 de dezembro daquele ano, às 6 horas da manhã.

No início, José Paulo e Eloy Milton eram os locutores e ainda cuidavam do setor comercial, de produção e financeiro, além de atender as inúmeras pessoas que visitavam a rádio, movidas pela grande curiosidade que tomava conta de toda a população.

A Rádio Simpatia facilitou muito a comunicação em todo o município, foi um grande progresso, considerando que naquela época poucas pessoas tinham telefone, e a comunicação era feita através da emissora Sarandiense Ltda, o que representava custos, tempo e dificuldades de contato.

Aos poucos, funcionários foram admitidos e passaram a integrar o grupo para realizar os trabalhos da Rádio Simpatia. A primeira transmissão externa aconteceu no dia 21 de janeiro de 1990, numa tarde chuvosa, direto do campo do Serramalte, em Linha Borges – Chapada, num jogo do Serramalte X Gaúcho, de Passo Fundo. O placar do jogo foi de 6 X 0 para o Gaúcho.

Desde sua fundação, a Rádio Simpatia está filiada à AGERT – Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão. Em anexo à Rádio, está estabelecido, desde 1º de maio de 1992, o Jornal de Chapada, com circulação semanal e também abrangendo grande parte da região da emissora.

Em 1993, Milton Khamporst deixou a sociedade que permaneceu com os sócios José Paulo, Eloy Milton e João Aquiles que dirigiram a Rádio, sendo que todos possuem o mesmo número de cotas societárias.

O pioneirismo sempre foi uma marca registrada da emissora, em 1995 a Rádio Simpatia foi a 14ª rádio do Brasil a instalar um programa digital, estando com todo o seu sistema de áudio informatizado desde novembro daquele ano. Como também, desde 95, está afiliada à Rede Gaúcha Sat, ampliando principalmente suas informações jornalísticas e esportivas. Ainda nesse período foi adquirido um processador de voz e dois microfones sem fio. Foram altos os investimentos para melhorar a qualidade da programação da Rádio.

No início, a potência da Rádio Simpatia era de 1.000 kw, com um transmissor Bandeirantes à válvulas. Em janeiro de 1999, foi instalado um transmissor chileno, transistorizado, da Continental Lensa – AMS-6k4, com 3.000 kw de potência, aumentando a área de atuação. O transmissor tem capacidade para operar com 5.000 Kw, mas trabalha com 3.000 Kw, conforme a permissão do Ministério das Comunicações.

Ainda em 1999 houve a adesão da Rádio Simpatia ao Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade – PGQP. Com o início dos trabalhos a primeira prioridade foi a aquisição de um prédio próprio. Na oportunidade, surgiu o leilão do prédio do Banco Bamerindus, o qual a empresa arrematou. Após reformas e adaptações em dezembro de 2000, a Rádio Simpatia inaugurou seu prédio próprio, na Rua da República, 220, no centro, em Chapada, com amplas instalações, muito bem equipadas e com estúdios projetados pelo engenheiro Alfio Rosin e o ambiente de trabalho pelo arquiteto equatoriano Pablo Deguarderas, que utilizaram materiais específicos para o sistema de rádio.

Desta forma, a Rádio Simpatia inaugurou no dia 2 de dezembro de 2000 seu prédio próprio, no centro de Chapada.

Desde 1989, a Rádio Simpatia está presente na comunidade chapadense, desenvolvendo importantes trabalhos no município e região, o que tornou a Rádio Simpatia indispensável para a população que acompanha diariamente as informações como: esclarecimentos, fornece dados e argumentos bem como instruções, comunicados, notícias, avisos e documentários; utilidade pública com campanhas informativas e de orientação, com os mais variados temas de acordo com os fatos em evidência; Social: são informados eventos como: festas, bailes, homenagens, aniversários e outros, além de transmitir eventos políticos, comunitários e sociais; Entretenimento: a Rádio também promove brincadeiras, divertimentos, distrações e competições, rodando músicas através da solicitação por carta, torpedo, internet e telefone dos ouvintes; Jornalismo: diariamente a Rádio Simpatia realiza entrevistas e presta informações jornalísticas locais e regionais, no campo político, social, cultural e religioso; Esportes: a emissora realiza ampla cobertura esportiva em nível local e regional, com informações de jogos, competições diversas e campeonatos, inclusive com uma equipe completa para transmissão de jogos de futebol de campo, futebol 7 e futsal, além de transmitir via satélite, pela Rede Gaúcha Sat, todos os jogos oficiais da dupla Grenal e da Seleção Brasileira. Por tudo isso, a Rádio Simpatia é "A Força da Comunicação".

O Site da Rádio Simpatia, também adquire importância. Diariamente, os internautas além de poder ouvir on-line as emissoras AM e FM, participar da programação, conferir informações de eventos, destaques da semana, informações esportivas, fotos, obituário, enquetes, áudios, redes sociais, entre outros.

Já em junho de 2001, aconteceu na delegacia do Ministério das Comunicações, em Porto Alegre, a sessão de entrega de envelopes para licitação do canal 219 para uma estação de rádio FM comercial em Chapada. A Rádio Simpatia Ltda apresentou proposta e foi a empresa vencedora do processo de licitação n° 53790.000793/2001, entre mais outras cinco pretendentes.

O Ministério das Comunicações, pressionado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, juntamente com as associações estaduais e pelo próprio meio político, através do ministro Paulo Bernardo Silva, expediu a Portaria n° 159, no dia 11 de junho de 2013, publicada no Diário Oficial da União no dia seguinte, autorizando mais de uma centena de emissoras em todo o país, funcionar em caráter provisório das entidades prestadoras de Serviços de Radiodifusão e seus ancilares, que possuíssem cumulativamente: Decreto Legislativo, após deliberação do Congresso Nacional, Contrato de Concessão ou Permissão celebrado com o Ministério das Comunicações e Requerimento de Aprovação dos Locais de Instalação e Uso de Equipamentos protocolado no Ministério das Comunicações.

Com este dispositivo, a Rádio Simpatia Ltda já estava autorizada a entrar no ar com emissora de FM comercial, e finalmente no Diário Oficial da União do dia 8 de julho passado foi publicado a aprovação do local de instalação e equipamentos da estação da Rádio Simpatia Ltda, (Processo n° 53000.001311/2011), permissionária do Serviço de Radiodifusão Sonora, em Frequência Modulada, na localidade de Chapada/RS o que consolidou em definitivo a finalização do processo.

Ainda em novembro de 2012 a Rádio Simpatia havia impetrado Mandado de Segurança na Justiça Federal solicitando liminar para entrar no ar. Coincidentemente tão logo notificado, o Ministério das Comunicações, através do Departamento de Outorga de Serviços de Comunicação Eletrônica, através do despacho DEOC n° 477 de 17 de junho passado encaminhou para publicação no DOU o local de instalação e equipamentos.

A Rádio Simpatia vem sempre inovando no conceito de comunicação no município de Chapada e região. Assim, em julho de 2013, o Jornal de Chapada passou a ser um periódico mensal e assumindo seu lugar semanal foi criado o ABCNotícias, visando uma circulação mais regional, buscando abranger mais leitores de Chapada e da região. A primeira edição do ABCNotícias circulou no dia 26 de julho de 2013.

O ABCNotícias nasceu da ideia de integrar a comunidade regional, algo que era mais complicado quando chamava-se Jornal de Chapada, por dar a entender que o jornal era somente de um município.

Podemos entender ou explicar o nome das seguintes formas: ABC são as primeiras letras do alfabeto, sem o qual nada seria escrito e ficaria registrado para a posteridade, ou como surgiu inicialmente a ideia: A – Almirante Tamandaré do Sul, B – Barra Funda, C – Chapada, N – Nova Boa Vista e Novo Barreiro, e N também sendo a letra inicial da palavra notícias, que é o que o jornal busca levar aos seus leitores.

Toda sexta-feira, o ABCNotícias circula em Chapada e na região, e o Jornal de Chapada estará encartado na última edição de cada mês. A redação do jornal continua na Rua da República, 220, junto a Rádio Simpatia.

Ao agregar os dois jornais (ABCNotícias e Jornal de Chapada), às rádios AM e FM, formou-se o Grupo Simpatia de Comunicação.

E, em todo esse tempo, toda essa história construída, o grupo vem conquistando cada dia mais o carinho dos seus ouvintes com uma programação diversificada, recheada de boa música, com informações de credibilidade e momentos de lazer e descontração, baseada na ética e na consciência ecológica, primando pela cultura e educação do seu público, atingindo crianças, jovens, adultos, idosos, seja no campo ou na cidade, sem distinção de raça, bandeira política ou classe social.

O Grupo Simpatia de Comunicação une as emissoras aos jornais, sendo populares com a verdadeira visão "comunitária", integrada e comprometida com a comunidade através da divulgação e cobertura de eventos, sejam grandes ou pequenos, públicos ou particulares, sociais, religiosos, educativos ou esportivos.

Mais do que meios de comunicação, a Grupo Simpatia tem sido um laço de união entre os municípios da região, acompanhando as atividades locais e incentivando o desenvolvimento regional.

ÁREA DE ABRANGÊNCIA:

mapaabrg