logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Alta do juro pode igualar rendimento de velha e nova caderneta de poupança

poupanca

O mercado espera uma alta de 0,5 ponto porcentual no juro básico da economia (Selic), para 9% ao ano, na reunião desta quarta-feira do Copom, conforme uma pesquisa feita pela Agência Estado com 84 instituições financeiras. Tal elevação acionaria o gatilho que muda a forma de calcular o rendimento da poupança e igualaria a rentabilidade das cadernetas antigas, de antes de 4 de maio de 2012, com a das novas.

Pela regra atual, há duas formas de calcular o rendimentos dos depósitos feitos a partir de 4 de maio de 2012: quando o juro está igual ou menor que 8,5%, a poupança rende 70% da Selic mais Taxa Referencial (TR); se está acima de 8,5%, o rendimento é de 0,5% ao mês mais TR. As poupanças antigas, independentemente da Selic, sempre rendem 0,5% ao mês mais TR.

Com a taxa de juros básica Selic acima de 8,5% ao ano, os novos depósitos terão rendimento de 0,5% ao mês mais Taxa Referencial (TR), assim como funcionava a antiga caderneta. Como os depósitos feitos antes da mudança da regra, em 4 de maio, rendem 0,5% ao mês mais TR, isso significa dizer que todos os rendimento da poupança, sendo ela a antiga ou a nova, ficarão iguais enquanto perdurar a Selic acima de 8,5% ao ano.

Com a alta do juro, a tendência da TR é ficar cada vez mais positiva. Em todo caso, a regra para esta taxa não muda seja qual for o patamar da Selic: caso a TR seja negativa, o cálculo do rendimento a considera como sendo zero.

FONTE: MINISTÉRIO DA FAZENDA E MERCADO