logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Com Nokia, Microsoft quer triplicar participação no mercado de celulares

nokia

Durante o anúncio da aquisição da Nokia nesta terça-feira (3) por US$ 7,18 bilhões, a Microsoft divulgou planos de que deseja triplicar sua participação no mercado de celulares e de smartphones para 15% dentro de cinco anos.

A empresa que fabrica o sistema operacional Windows, o sistema móvel Windows Phone e o videogame Xbox acredita que dentro deste período irá conseguir fazer dinheiro rapidamente, vendendo 1,7 bilhão de aparelhos até 2018, obtendo um lucro de US$ 45 bilhões, de acordo com documentos apresentados para investidores.

O acordo de compra anunciado prevê que a Microsoft use invenções, projetos e patentes da Nokia como o serviço de mapas Nokia HERE, usado nos smartphones da empresa. O documento aponta que o serviço de localização é uma peça chave para o crescimento da Microsoft no setor de celulares e de smartphones, considerando-o uma alternativa efetiva contra o Google e seu Google Maps.

A Microsoft também acredita que o portfolio de patentes da Nokia é extremamente valioso, uma das melhores no setor de tecnologia sem fios (wireless) e que as licenças que a Nokia possui irão aumentar o valor da companhia nos próximos anos. O acordo de uso de licenças entre Nokia e Microsoft é válido por 10 anos, mas a norte-americana pode torná-lo permanente nos próximos anos.

O principal objetivo é crescer em participação de mercado. De acordo com um relatório do Gartner sobre vendas de smartphones no segundo trimestre de 2013 divulgado em 14 de agosto, a Mircosoft está em terceiro lugar com o sistema Windows Phone, que tem 3,3% das vendas de smartphones. A quase falida Blackberry está em uma próxima quarta posição com 2,7%.

O Google é o líder em smartphones com o seu sistema operacional Android, obtendo 79% dos smartphones vendidos. O iOS, da Apple, usado no iPhone, está em segundo lugar com 14,2%.

No mercado de smartphones, a Samsung é líder com 71,3 milhões de aparelhos vendidos no segundo trimestre de 2013, 31,7% do total vendido no mercado. A Apple vendeu 31,9 milhões de celulares inteligentes, seguida pela sul-coreana LG, com 11,4 milhões. As chinesas Lenovo e ZTE completam as cinco primeiras colocações.

A Samsung também foi a maior vendedora se os modelos mais simples forem considerados. Alcançou um total de 107 milhões no período, ou 24,7% do total. A Nokia ficou em segundo com participação de 14% e 60,9 milhões de celulares vendidos.

 

FONTE:G1