logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Bancários ainda em greve por reajuste salarial

gtreve

 

Desde a quinta-feira, 19 de setembro, bancários de todo o País iniciaram uma greve em busca de

 reajuste salarial

A classe cobra um aumento salarial de 11,93%. A paralisação está sendo realizada por agências públicas e privadas.

Segundo dados do Sindicato dos Bancários, no Rio Grande do Sul, até o dia 23/9, cerca de 626 agências estariam parcialmente ou totalmente fechadas, aderindo à mobilização. Destas, 276 estão localizadas na capital Porto Alegre, sendo que o banco que mais aderiu foi o Banrisul, com 126 agências, seguido pela CAIXA, com 80 e o Banco do Brasil com 40 agências em adesão.

Em Chapada, as agências do Banco do Brasil e Banrisul aderiram à greve parcialmente, possibilitando que os clientes ainda possam realizar algumas operações.

Os caixas de autoatendimento estão funcionando, e os colaboradores dos bancos continuam trabalhando, porém, sem atender os clientes.

Segundo informações dos gerentes Alberto Tomazoni e Luís Weber, as agências são orientadas pelo Sindicato, que é quem realiza a negociação também, mas estas podem definir se aderem ou não à mobilização.

A decisão pela mobilização foi tomada no dia 12 de setembro, quando a categoria não aceitou o reajuste de 6,1% e começaram a cobrar o aumento de 11,93%. Durante a greve, os clientes poderão usar o autoatendimento ou a internet para fazer o que é necessário.

A FENABAN (Federação Nacional dos Bancos) disse que o piso salarial da classe subiu mais de 75% nos últimos 7 anos. A paralisação não tem data definida para encerrar.

 

FONTE: REDAÇÃO ABCNotícias