logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Pesquisa lista as desculpas mais memoráveis para faltar ao trabalho

trabalho

Às vezes, situações muito improváveis realmente acontecem, como um enxame de abelhas impedir alguém de chegar ao carro. Ou, pelo menos, é o que garantem alguns profissionais ao explicar por que faltaram ao trabalho. Enquanto a maioria dos funcionários de uma empresa fica em casa eventualmente para se recuperar de uma doença, alguns empregadores já ouviram desculpas memoráveis para as ausências.

O site CareerBuilder realizou uma pesquisa nos Estados Unidos com 3.484 trabalhadores e 2.099 gestores, e descobriu que 32% dos profissionais entrevistados usaram atestados médicos sem estarem realmente doentes. Por outro lado, 30% garante já ter ido trabalhar apesar dos problemas de saúde a fim de guardar possíveis folgas para quando estiverem bem.

As desculpas para faltar também podem ser inúteis: com o avanço tecnológico, ficar em casa para se recuperar de uma doença pode não significar ficar um dia sem trabalho. De acordo com o levantamento, 20% dos profissionais acabam cumprindo as tarefas de maneira remota no dia de atestado.

Na visão dos empregadores, o número de funcionários doentes parece aumentar perto dos feriados, sendo que 19% dos gestores dizem que dezembro é o mês com mais atestados apresentados, seguido por janeiro (16%) e fevereiro (15%). E é preciso ficar atento: 30% dos empregadores conferem a legitimidade do motivo para falta (19% recorrem às redes sociais). A desculpa falsa foi motivo de demissão para 16% dos gestores.

Os participantes da pesquisa listaram os motivos mais memoráveis (e injustificáveis) para a ausência no trabalho. Confira:

- o time do funcionário perdeu no domingo e o empregado precisou da segunda-feira para se recuperar.

- o funcionário parou de fumar e ficou de mau-humor.

- o funcionário disse que alguém colou suas portas e janelas para que ele não pudesse sair de casa e trabalhar.

- o funcionário mordeu a língua e não conseguia falar.

- o funcionário garantiu que um enxame de abelhas cercou seu carro e impediu sua entrada.

- o funcionário explicou que os produtos usados para conservar a comida o fizeram dormir e acabar perdendo o turno de trabalho.

- o funcionário sentiu que estava com tanta raiva que poderia machucar alguém se fosse trabalhar.

- o funcionário alegou ter recebido um telefonema ameaçador da companhia elétrica e teve de denunciar para o FBI.

- o funcionário precisava de tempo para terminar as compras de Natal.

- o funcionário se perdeu no caminho e foi parar em outra cidade.

- o funcionário não conseguiu decidir o que vestir.

FONTE: ZERO HORA