logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Cama em albergue chega a R$ 1.000 no Rio na Copa do Mundo

 

hotel

No Rio, um albergue em Copacabana (zona sul), o Pura Vida Hostel, cobra R$ 14 mil pelo quarto duplo durante sete noites -R$ 1.000 por pessoa por noite- na Copa. Com banheiro coletivo.

O custo por noite é dez vezes maior que em período de movimento na cidade. No início de dezembro, por exemplo, sete diárias custam R$ 1.260, segundo o site de reservas Booking.com e a página do próprio albergue.

No Beach Backpackers Hostel (zona sul), no mesmo período de dezembro, uma cama em dormitório misto custa R$ 350. Numa semana do Mundial, o preço vai para R$ 6.500, no Booking.com.

AGÊNCIA DA FIFA

Investigada pelo governo pela suspeita de formar cartel, a operadora da Fifa, a Match, cobra até quase duas vezes mais que os próprios hotéis para os mesmos quartos durante a Copa-2014, em pelo menos quatro cidades-sede pesquisadas.

A empresa, que tem acordo com 800 hotéis brasileiros (principalmente entre três e cinco estrelas) e oferece reserva pela internet cobrando taxas de intermediação.

A Folha mapeou 85 hotéis em São Paulo, Rio, Brasília e Fortaleza que já oferecem vagas pelo site da Fifa e fez orçamento direto com os estabelecimentos para a primeira semana da Copa (12 a 19/6).

Em 40 hotéis (47%), os estabelecimentos já não oferecem mais vagas aos turistas ou dizem que ainda não há tarifas fixadas para o período, mas é possível fazer reservas com a intermediação da operadora da Fifa, a Match.

Nos 45 hotéis em que foi possível comparar os preços, os cobrados pela Match são, em média, 24% superiores -uma média da diária de R$ 621 no site da entidade, contra R$ 499 nos hotéis.

Há casos pesquisados que chegam a custar quase o triplo na operadora da Fifa. Na cidade-satélite de Taguatinga (DF), por exemplo, o preço passa de R$ 240 a R$ 686.

Em hotel no centro de São Paulo, a diária pelo site do estabelecimento custa por volta de R$ 276. Com a operadora Fifa, o preço mais em conta sai por R$ 590.

A Folha encontrou seis exemplos de hotéis em que as tarifas cobradas pela Match são mais baratas.

A empresa nega abusos e diz que a responsabilidade por determinar os preços das diárias e dos próprios hotéis.

No Rio, a Folha localizou oito hotéis no site da Fifa com disponibilidade, mas nenhum oferece vagas diretamente. Pela Match, o turista vai gastar entre R$ 4.522 e R$ 16.555 por sete diárias em um quarto para duas pessoas, de 14 a 21 de junho.

FONTE: UOL