logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Brasil terá 422 novos hotéis até 2016

hoteis

 

O Brasil terá pelo menos 422 novos empreendimentos de hospedagem, com incremento de 70.531 quartos no parque hoteleiro nacional até 2016, de acordo com o mapeamento “Investimentos no Brasil: Hotéis e Resorts”, realizado pela consultoria de investimentos hoteleiros BSH International, com o apoio do Ministério do Turismo. 

De acordo com o estudo, o investimento privado pode chegar a R$ 12,2 bilhões, gerando 33,8 mil novos empregos diretos no setor. A região Sudeste concentra a maior parte dos investimentos previstos (59%), com 250 novos estabelecimentos, seguida pelo Nordeste (13%), Sul (11%), Centro-Oeste (10%) e Norte (7%). 

Entre as 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ) são as mais mobilizadas, com estimativa de sediar 42 e 23 novos estabelecimentos hoteleiros, respectivamente. 

A maior parte dos meios de hospedagens estão na categoria econômica (158), seguida por hotéis do tipo Midscale, com bons serviços e boas instalações (150), seguidos pelos supereconômicos (56), superiores (42), upscales (9) e resorts (7).

O ano de 2014, estimulado pelo campeonato mundial de futebol, será o mais movimentado no segmento de hospedagem. A projeção é que no próximo ano 164 novos hotéis estarão em funcionamento no País no próximo ano, colocando à disposição do turista mais 28.248 novas unidades habitacionais. A previsão de novos empregados na construção de hotéis, em 2014, chega a 14 mil.

 

Brasil para o mundo

O panorama de investimentos hoteleiros será apresentado nesta quarta-feira (20), em Chicago, Estados Unidos, durante evento para captação de investimentos estrangeiros para o Brasil. O secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo do MTur, Fábio Mota, integra a comitiva brasileira que participa da North America Hotel Investment Conference (Nahic).

Entre 2011 a 2013, de acordo o relatório anterior da BSH International, 154 empreendimentos foram inaugurados no País, gerando mais de 11 mil empregos diretos. O investimento significou a injeção de R$ 3,3 bilhões na construção de 21,3 mil novos quartos para visitantes no Brasil.

 

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO