logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Agricultores investem em equipamento para aumentar a qualidade dos vinhos coloniais

equipamento

 

No mês de janeiro a prefeitura e os produtores de vinhos coloniais de Novo Barreiro adquiriram uma desengaçadeira de uva, equipamento responsável pela separação dos cachos de uva antes da quebra dos grãos. No município de Novo Barreiro 15 agricultores familiares produzem, em média, 30 mil litros de vinho por ano. A expectativa é que este número aumente a partir da produção de vinho com o auxílio do novo equipamento. O resultado desse investimento será observado no VII Concurso de Qualificação de Vinhos Coloniais, que acontecerá em julho.

A máquina adquirida possui motor elétrico, reservatório com caracol de alimenta- ção contínua, separador de cachos e sistema de bombeamento acoplado. A capacidade da desengaçadeira é de 2,5 a 4 mil quilos por hora. Segundo o chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar e técnico em agropecuária, Larri Lui, com este equipamento os produtores de vinho aumentarão a qualidade da sua produção.

Além disso, com esse novo processo, o tempo de trabalho reduzirá, uma vez que a separação acontecerá automaticamente. A Emater/RS-Ascar está orientando os agricultores na utilização do equipamento e tem acompanhado todo o processo de fabricação do vinho, desde a escolha da uva, época certa para colheita, correção de grau, boas práticas de fabricação e controle de micro-organismos. O objetivo da Emater/RSAscar é apresentar novas tecnologias que facilitem o trabalho do produtor rural, mas sempre preservando as características artesanais dos produtos fabricados pelos pequenos produtores.

 

FONTE: REDAÇÃO ABCNOTÍCIAS