logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Isolde Scheibe em Notícias &...

textossite

 

Encarar 2014

Texto 1

Tem uma citação de Virginia Woolf que retrata muito bem o que quero expressar no meu primeiro Notícias desse ano. “Encarar a vida pela frente... Sempre... Encarar a vida pela frente, e vê-la como ela é. Por fim, entendê-la e amá-la pelo que ela é... E depois deixá-la seguir... Sempre os anos entre nós, sempre os anos... Sempre o amor... Sempre a razão... Sempre o tempo... Sempre....”

Quando estamos insatisfeitos com a vida – e a vida tem esse caráter insatisfatório para a maioria das pessoas, temos duas opções para lidar com a questão. A primeira é distrair a mente.

Isso é feito de maneiras diversas: assistindo televisão, bebendo, praticando obsessivamente um hobby, buscando prazeres imediatos. A segunda forma é encarar o problema de frente, se levar a sério e buscar ver as coisas como elas realmente são. Esse segundo caminho é bem mais difícil – e por isso mesmo é tomado por poucos – mas pode trazer benefícios maiores. Se não pararmos um momento para pensar, podemos passar a vida toda no ciclo infinito de acorda-trabalha-descansa, acorda-trabalha- descansa. Acredito que a fundação para qualquer nível de motivação espiritual é levar a sério nós mesmos e nossa qualidade de vida. Embora a maioria das pessoas não possa alterar a estrutura de suas vidas, elas sentem que também não podem mudar a qualidade de como vivenciam essa estrutura.

A vida tem seus altos e baixos. Já que tal experiência na vida de alguém pode ser bastante deprimente, apesar dos prazeres, é essencialmente vital fazer algo a respeito. Apenas beber até o esquecimento toda noite, ou procurar constantemente entretenimento e distração com música e televisão o tempo todo, ou jogar jogos de computador incessantemente para nunca ter de pensar na vida, nada disso vai eliminar o problema.

Como eu disse: precisamos nos levar a sério. Isso significa ter respeito por nós mesmos como seres humanos. Não somos apenas peças de uma máquina ou passageiros impotentes de uma volta pela vida, às vezes suave, às vezes turbulenta. É necessário, então, examinar mais de perto o que estamos vivenciando cada dia. E se percebermos que estamos estressados pela tensão de nosso trabalho ou casa, não devemos apenas aceitar isso como algo inevitável.

Nossos ambientes de vida, trabalho e lar, incluindo as atitudes e comportamentos dos outros, apenas fornecem as circunstâncias com as quais vivemos nossas vidas.

A qualidade de nossa vida, o que nós mesmos, ninguém mais, está vivenciando agora mesmo, contudo, é o resultado direto de nossas próprias atitudes, de ninguém mais, e o comportamento que elas geram. Pensemos nisso!

 

Texto 2

Faça o teste: olhe para o espelho e pense quem você quer ser neste novo ano. Que tipo de vida quer levar?

É geralmente no fim do ano que as pessoas fazem um balanço e pensam nas novas possibilidades que têm pela frente. É no último dia do ano que a palavra mudança começa a fazer sentido, quando “tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente”, como poetizou Carlos Drummond de Andrade.

“Estão em suas mãos às escolhas de continuar sedentário ou adotar atividades físicas; continuar ansioso ou relaxar diante de situações que não estão ao seu alcance resolver; comer bem ou chutar o balde de vez”. Dar o primeiro passo é sempre difícil, mas não desista de fazer as mudanças necessárias no seu dia a dia, não só no aspecto físico, no emocional, espiritual e mental. A harmonia é que nos torna mais equilibrados e felizes.

Para você, desejo todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar e que os amigos sejam mais cúmplices, que sua família esteja mais unida, sua vida seja mais bem vivida. Desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam movê-lo a cada minuto, rumo à sua felicidade.

 

TEXTO PUBLICADO NO JORNAL ABCNOTÍCIAS DE 31 DE JANEIRO DE 2014