logo fm91 logo 1500am whats-radio9

As novas de Padre Marcelo

Padre-Marcelo-01-Marco-Pinto

 

Padre Marcelo Rossi anda bastante otimista. Inclusive o título do seu primeiro EP, “Deu Tudo Certo”, transparece isso. Para uma pessoa que passou os últimos anos lutando contra problemas físicos e emocionais, essa postura é de fato muito positiva. O disco traz seis faixas. Quatro são inéditas – “O Dom do Amor (A Mulher Adúltera)”, “O Ódio Não Vence o Amor (Crucificação)”,  Hoje Livre Sou e Já Deu Tudo Certo” – e duas regravações de sucessos do religioso: “O Vira de Jesus” e “Erguei As Mãos”.

A ideia de gravar um EP partiu da Sony Music. O formato, com menos músicas e preço final mais acessível, é a mais nova tacada das gravadoras para reestabelecer as vendas de discos no varejo. Recentemente, Roberto Carlos e Luan Santana também apostaram na estratégia. “Eu nunca havia pensado nisso, mas a Sony propôs e eu achei fantástico. Quanto mais barato o produto, melhor. Como meu público não compra mídias piratas, isso facilita a aquisição dos novos discos”, comenta o religioso.

A afirmação está conectada com a ideologia do padre: evangelizar por todas as mídias disponíveis. Seja livro, disco, cinema ou televisão, Marcelo Rossi não encontra limitações nesse seu projeto de vida. “Evangelizar é difícil. Mas a quantidade de católicos praticantes está aumentando e a porcentagem de pessoas que voltaram a frequentar a igreja, também. Isso me deixa muito feliz”, detalha.

NA TELONA 

Esse aumento no número de católicos praticantes é observado por Marcelo Rossi também na quantidade de frequentadores do Santuário Mãe de Deus, idealizado por ele e construído na zona sul da cidade de São Paulo (SP). O local, com capacidade para receber 100 mil fiéis, é o maior espaço para celebração de missas católicas do país. E desde que foi inaugurado, em 2012, vive lotado.

Nem a falta de conclusão de algumas obras afasta os católicos do local. “Acho que o Santuário é uma obra que nunca será terminada por completo. Ele já está em pleno funcionamento, mas cada vez que chego lá, vejo uma coisa nova sendo feita. E é um prazer estar participando da construção desse local”, admite o padre.

A construção do santuário também serviu para frear a vontade do religioso de fazer turnês nacionais. “Já tive muita vontade de sair pelo país com minhas missas. Mas a logística é grande. Por isso sempre evitei. Hoje, com o Santuário, as missas são transmitidas pela TV e pela internet. Consigo chegar nos quatro cantos do país e também no exterior. Fora tudo isso, tenho meu programa de rádio, que registra ótima audiência. Tudo isso acaba me prendendo a São Paulo”, resume.

Mas apesar de todas essas atividades, Padre Marcelo já pensa em novos projetos. Além de lançar um CD de karaokê ao longo deste ano, o religioso – que, em 2003, protagonizou o filme “Maria mãe do Filho de Deus” – planeja voltar às telonas até 2015.

 

FONTE: PORTAL SUCESSO