logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Notícias & - Mariane Gutheil

textossite

 

Greve dos rodoviários

O que seria de nós sem os meios de locomoção? Dia a dia são inúmeros veículos transitando pelas vias públicas. São carros, vans, ônibus, caminhões e muitos outros, e é claro, também não menos importantes os pedestres que muitas vezes com pouca segurança precisam se locomover pelas ruas das grandes cidades.

Essa última semana foi um caos para os trabalhadores que dependem do transporte público na Capital do estado. Milhares de pessoas foram prejudicadas, empresas e funcionários ficaram parados. Alguns conseguiram organizar- se e pegar carona com colegas de trabalho, outros optaram pelas lotações ou táxis que ainda sobravam. Também teve àqueles que apelaram para a bicicleta. Mas a maioria ficou sem ir ao trabalho, por não conseguir acesso a qualquer meio de transporte que seja.

Rodoviários fazem greve e afetam uma cidade inteira, causam inúmeros transtornos. Vans escolares foram autorizadas pela prefeitura, táxis, lotações e o transporte clandestino para auxiliar quem precisa dos coletivos para chegar até o local de trabalho, alguns se aproveitam e abusaram dos passageiros na hora de cobrar a tarifa, em média as vans escolares operam com o valor de R$ 4,00.

Nós moramos em cidade pequena não somos atingidos por esse tipo de greve, porém ficamos imaginando o tamanho dos transtornos que são causados. Lojas deixam de vender, indústrias deixam de produzir, prestadoras de serviços param, enfim tudo de certa forma acaba sendo atingido e sucessivamente atinge outros setores que também acabam parando.

Residimos em uma cidade pequena, às vezes não encontramos o que procuramos, reclamos por falta de acesso à algumas coisas, porém devemos valorizar o que temos aqui, pois não sofremos com problemas de transporte, trânsito e muitos outros.

 

#fimdafolga

Como o tempo passa voando, a pouco estávamos ansiosos pelas férias da faculdade e das aulas em geral, Natal, Ano Novo, Chapadafest... Enfim, ansiosos por uma folguinha para descansar... Ao passar o Natal nos preparamos para o Ano Novo, e passada essa data tudo voltou-se para a Chapadafest, a maior festa típica da região. E depois de todas estas comemorações restou algumas “semaninhas bem curtinhas” para descansar. Esse ano, em virtude da Copa do Mundo as aulas iniciam com antecedência, e assim, encurtam as tão desejadas férias de verão. Ah!

Como passaram rápido essas férias, como o tempo voa... A partir de agora tudo volta ao seu ritmo normal, o ritmo da correria, do trabalho, dos estudos.

 

Calorão

Os últimos dias foram regados de muito calor e com certeza não teve quem resistisse a um ar condicionado, ventilador e até mesmo aquele sorvete ou água bem geladinha. Até mesmo na sombra o calor se tornou insuportável, o sol escaldante está cada vez mais prejudicial para a saúde da nossa pele, por isso é importante que se tenha precauções ao se expor aos raios ultravioletas. Porém não é somente a pele que necessita de proteção, os olhos também precisam de uma atenção especial, assim sendo, verifique se o óculos de sol que você está usando tem realmente proteção UVA e UVB.

Como será o próximo e os futuros invernos gaúchos? Se o rigor do inverno for parecido com o desse verão, passaremos por uma temporada de frio intenso e aí sim precisaremos de muitas e muitas roupas quentinhas. Mas nós somos gaúchos e todo gaúcho tem a fama de ser forte, então que venha o inverno. #tchauverão

 

TEXTO PUBLICADO NO JORNAL ABCNOTÍCIAS DE 07 DE FEVEREIRO DE 2014