logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Humildade, qualidade ou virtude?, por Jefferson Ramos

textossite

 

Pense em alguém que dificilmente admite seus erros, que é incapaz de pedir desculpas e jamais arreda o pé em qualquer situação. Uma pessoa que se julga dona da razão, que se acha mais competente e por fim, se coloca em um patamar acima dos demais que os rodeia. Certamente todos nós conhecemos alguém assim e não entendemos de forma alguma tal posicionamento.

Fatos que podem ser confundidos com personalidade forte, na verdade, são grandes demonstrações da falta de humildade. As vaidades não as deixam ver e usufruir do crescimento pessoal que se obtém ao partilhar as vitórias e experiências da vida em comunhão. A humildade que falta para alguns, nos leva a pensar sobre como podemos classificar a própria humildade (se é que podemos classificá-la). Seria ela uma qualidade ou uma virtude do ser humano?

Em suas definições, “Qualidade é um atributo positivo de um indivíduo”. Está mais ligado a uma função desempenhada do que ao que ele é como pessoa. É algo mais visível e mensurável.

Já a virtude é natural. Está ligada aos valores que regem a vida de cada um. Sendo assim, podemos tentar entender e discutir onde se encaixaria melhor a humildade. Mas o fato é que mesmo sendo uma qualidade ou virtude, ela encontra-se em falta.

Quem é humilde de coração, obtém e usufrui de inúmeros benefícios e atributos. Tais como a solidariedade, amizade, ternura, fé e principalmente simplicidade. Pessoas verdadeiramente humildes entendem que ninguém é pior ou melhor do que os outros, que todos estamos no mesmo nível de dignidade, de cordialidade e respeito. Quem é humilde contribui para o crescimento humano e moral. E com certeza é mais feliz.

Aos que não têm humildade sobram autoelogios e falta a capacidade honrosa de ver, ouvir e entender quem está ao seu lado. Como se tivessem medo de provar o que todos nós já sabemos, que somos pequenos, falhos e nunca supremos na verdade. São pessoas que acabam envoltas em uma malha de medo e insegurança. E toda sua postura de superioridade serve como um escudo diante de algo que os assusta. Em uma sociedade cada vez mais carente de valores humanos, a humildade deve ser cultivada e propagada como base para todos os meios. Seja ele social, profissional ou particular.

É nosso dever fazer uma autoanálise e jamais concordar com a prática distorcida em quaisquer que sejam as situações em nossas vidas. Como disse Henri Dominique Lacordaire: “O orgulho divide os homens, a humildade une-os”.

 

TEXTO PUBLICADO NO JORNAL ABCNOTÍCIAS EM 11 DE ABRIL DE 2014