logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Chega ao fim a safra da soja

COLHEITA

 

A colheita da soja mobiliza um grande número de pessoas, cooperativas e recebedores de grãos. A produção de soja é uma das mais rentáveis da região, por isso, muitos produtores preocupam-se com a qualidade do grão colhido.

Em entrevista, o engenheiro agrônomo Mauro Roberto Rohr do DETEC - Departamento Técnico da Coagril, respondeu aos seguintes questionamentos:

ABCNotícias: Já encerrou a colheita da soja?

Mauro: “A colheita da soja está encerrando, sendo que resta menos de 5% da área cultivada à ser colhida no município.

O período da colheita foi adiantado em cerca de 10 dias em comparação ao período do ano passado, isso se deve tanto ao fato da cultura ter influência fototérmica em seu desenvolvimento, causando diferenças no ciclo das cultivares em diferentes anos, como da alta pressão de doenças observadas na presente safra”.

ABCN: Qual é a média colhida?

M: “A média final de produtividade observada foi pouco abaixo da média projetada no início da colheita. Projetava- se que a produtividade média das cultivares mais tardias ou de semeaduras realizadas a partir da segunda quinzena de novembro, fossem próximas de 60 sacas/ha, compensando as baixas produtividades obtidas no início da safra, o que não se concretizou. Isso influenciou negativamente a média final de produtividade, que se manteve entre 45 a 50 sc/ha”.

ABCN: Agora, qual é o próximo passo para manter a qualidade do solo?

M: “A entressafra é o momento ideal para serem realizadas as correções dos níveis de fertilidade e acidez do solo, visando a implantação das culturas sucessoras nas condições ideais. Nos últimos anos vêm aumentando sucessivamente a adoção da Agricultura de Precisão pelos produtores da região, tecnologia que busca racionalizar a utilização de insumos e aumentar a eficiência dos cultivos.

São diretrizes do sistema plantio direto: rotação de cultura, cobertura permanente de solo e revolvimento mínimo de solo. A manutenção permanente de plantas vegetando na maior parte do tempo sobre a lavoura constitui de estratégia muito proveitosa a manutenção da fertilidade e da estrutura do solo. Plantas de cobertura podem ser utilizadas neste período visando tanto a ciclagem de nutrientes, quanto a estruturação do solo por intermédio da ação das raízes, causando efeitos benéficos significativos na absorção e manutenção da água disponível no solo”.

Encerrando, complementou: “A qualidade de um solo não é definida apenas pela fase química, mas sim pela interação harmônica entre as fases química, física e biológica. O solo é um ambiente complexo, sendo assim, para que possamos realizar uma interferência benéfica é demandado anos de trabalho, sendo este, iniciado normalmente na entressafra”.

Em contato com todos os recebedores de grãos de Chapada, até o momento foi recebido aproximadamente 1 milhão e 415 mil sacas de soja no município de Chapada. O ABCNotícias agradece as informações fornecidas pelas cooperativas e demais recebedores de grãos para a complementação da matéria sobre a colheita da soja.

 

FONTE: REDAÇÃO JORNAL ABCNOTÍCIAS