logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Consumo de gordura saturada oferece riscos à saúde

 

o-que-sao-gorduras-saturadas-foto

 

A pesquisa Vigitel 2013, Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, divulgada recentemente pelo Ministério da Saúde, mostra que o consumo excessivo de gordura saturada, presente principalmente em alimentos de origem animal, ainda é um hábito frequente da população brasileira. Segundo o levantamento, 31% da população não deixam de consumir carne gordurosa. É o caso do segurança Anderson Magalhães. Ele conta que não dispensa um churrasco.

"Adoro! Tem que ter pelo menos todo final de semana um churrasco. Se eu não comer carne fico fraco. Estou evitando carne com mais gordura por causa do colesterol. Medi meu colesterol e vi que estava muito alto. Por isso vou maneirar na gordura, vou comer a carnezinha mais passada", afirma Anderson.

A nutricionista do Serviço de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição, Lena Azeredo, explica que a gordura saturada está presente principalmente em alimentos de origem animal como carnes e leite integral. "Por exemplo, a carne vermelha, às vezes a gordura é aparente quando a carne está crua, a gente assa, a gordura diminui, mas ela entra na carne, então aquela carne também tem aquela gordura, nos óleos também existe uma proporção de gordura saturada, quando o óleo é cru não tem tanta gordura saturada, mas a medida que eu uso ele como fritura, que eu esquento o óleo, eu aumento a saturação da gordura que existe nele, também em alguns alimentos de origem vegetal, o coco tem gordura saturada, o leite, alimentos de origem animal", destaca.

A nutricionista lembra também que o consumo em excesso de gordura saturada pode causar doenças como infarto, acidente vascular cerebral e câncer. Segundo a especialista, o ideal é diminuir o consumo de carne vermelha e frituras e aumentar a ingestão de alimentos com fibras.

"O consumo de fibras é bem importante junto com o alimento que contenha a gordura e vai ser inevitável que a gente consuma alimentos que contem gordura animal. A fibra ajuda lá no processo de absorção dessa gordura, então o consumo de vegetais, de salada, de frutas, de farelos como aveia, como as leguminosas, feijão, lentilha, grão de bico, ervilha, vão ajudar no processo tanto de digestão como de absorção dessas gorduras", explica Lena Azeredo.

Ainda de acordo com a nutricionista do Serviço de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição, alimentos como queijos, iogurte e leite desnatado, óleos vegetais como azeite de oliva, além de castanhas, nozes, abacate, peixes como salmão e sardinha contêm gorduras saudáveis para o organismo funcionar plenamente.

 

FONTE: PORTAL BRASIL