logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Fepagro completa hoje 95 anos

fepagro

 

Ao longo dos anos, as pesquisas da Fepagro contribuíram de forma significativa para o crescimento econômico estadual, com a geração de tecnologias que promoveram grandes avanços no setor agropecuário. Desde a década de 1990 até hoje, a Fepagro já registrou 41 cultivares de azevém, cebola, citrange, feijão, tangerina, mandioca, milho, soja, sorgo e trigo.

Outra contribuição, em meados dos anos 1970, foi o estudo que avaliou o efeito de inoculação da soja com bactérias fixadoras do nitrogênio atmosférico. Devido a seu pioneirismo, o Laboratório de Microbiologia Agrícola da Fepagro é referência nacional na área de inoculantes, sendo o único laboratório no Brasil credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para realizar análises dos produtos biológicos de uso agronômico atualmente comercializados no país.

Na área de sanidade animal, o Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF – Fepagro Saúde Animal) trabalha com a pesquisa e o diagnóstico de diversos males que podem afetar as cadeias produtivas de carne do Rio Grande do Sul, atuando conjuntamente com os programas de sanidade animal conduzidos pela Secretaria de Agricultura.

Após passar por um processo de revitalização nos últimos três anos e receber um investimento recorde de R$ 44 milhões, hoje a Fepagro encontra-se totalmente reestruturada, sendo responsável por 112 projetos de pesquisa e 50 experimentos a campo.

 

FONTE: GOVERNO RS