logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Garantidos os recursos para novo hospital público regional em Palmeira das Missões

GD 201405291915050064ca290514

 

O governador Tarso Genro anunciou nesta quinta-feira (29) o aditivo financeiro para a construção e lançamento do edital de licitação do Hospital Público Regional (HPR) Frederico/Palmeira, em solenidade no município de Palmeira das Missões. Considerado o maior projeto de saúde pública do Estado, surgido dos movimentos sociais em razão da carência dos atendimentos de média e alta complexidade na região, o HPR será erguido em Palmeira das Missões e utilizará as dependências do já existente Hospital Divina Providência de Frederico Westphalen, no norte do Rio Grande do Sul.

Tarso Genro agradeceu a união de esforços para o projeto e reafirmou sua importância. "Tudo que é muito bom para o Estado vem de fora para dentro, vem do povo, que traz a força das grandes conquistas. Esse hospital não foge à regra: representa a luta para o desenvolvimento regional, a política que tem rumo e a capacidade não só de recepcionar os movimentos sociais, mas de ouvi-los e, principalmente, por em prática suas solicitações de maneira responsável e eficiente", disse.

Com 100% do atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o HPR será um dos hospitais públicos mais modernos do Brasil. Para a construção, já foram liberados pelo Governo Federal R$ 44 milhões e serão repassados mais R$ 87 milhões, mediante o aditivo assinado durante o ato desta quinta-feira. O Estado será o mantedor do projeto e também o responsável pela aquisição dos equipamentos. Já os municípios serão os administradores da nova casa de saúde e os responsáveis pela atenção básica.

"Hoje é um momento muito importante para o Sistema Único de Saúde, para o Estado e, sobretudo, para a região. Nós, do Governo do Estado, estamos muito felizes em ser parceiros desse projeto", afirmou a secretária estadual da Saúde, Sandra Fagundes.

O HPR contará com 224 leitos no total, sendo 39 de UTI, 180 de internação e 5 de berçário para cuidados intermediários. A área construída do hospital, localizado ás margens da BR-468, será de30.216,24 m², contemplando nove blocos. A estrutura terá espaço para ensino e pesquisa, bem como auditório com 250 lugares. Serão oito salas cirúrgicas, uma sala cirúrgica obstétrica, sala de recuperação e 15 leitos de apoio. Os leitos de UTI serão divididos em 20 leitos adultos, 10 leitos de UTI Neonatal e nove de UTI Pediátrica.

"É uma conquista que transformará o cenário da saúde, garantindo acesso para as comunidades de 72 municípios, que não precisarão se deslocar até a Região Metropolitana em busca de atendimento. O HPR, que gerará mais de 1.300 empregos diretos, está quebrando um paradigma de quase 40 anos na saúde do Rio Grande do Sul, porque as tecnologias, os médicos, tudo se concentra nos grandes centros", ressaltou o diretor do Grupo Hospitalar Conceição e coordenador do projeto do HPR, Gilberto Barichello.

Representando o Ministério da Saúde, a vice-ministra e secretária executiva do ministério, Ana Paula Menezes, garantiu que a obra irá começar em breve. "Estamos aqui para concretizar andamento desse projeto, que já iniciou há muito tempo e é um sonho coletivo. Os recursos já estão disponíveis", disse.

Especialidades médicas

A instituição atenderá especialidades médicas como traumatologia e ortopedia, neurologia, obstetrícia, oncologia, urologia, cardiologia, hemodiálise, entre outras. Além disso, contará também com emergência de baixa, média e alta complexidade. Ainda, a comunidade terá à disposição os serviços de diálise, patologia clínica, agência transfusional, fisioterapia e quimioterapia. Na área de imagenologia, estarão disponíveis os seguintes exames: hemodinâmica, radiologia, tomografia, ressonância, litotripsia, ecografia, ultrassonografia, ergometria, desintrometria, mamografia, endoscopia e áreas de apoio.

 

FONTE: GOVERNO RS