logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Assim fica mais fácil, por Cassiane Dill

textossite

 

Porque a concentração nos deixa na mão às vezes?? Nesta semana, foi uma dificuldade para escrever o meu Notícias. Falava todos os dias com a Cassi Bender (a Caren está de férias nas próximas duas semanas, e a responsável pelo ABC é a minha xará) e pedia se eu precisava mesmo escrever neste espaço. Claro que ela não me liberou... Então, não tive outra opção... sobre algum assunto eu deveria escrever.

Então decidi escrever sobre a dificuldade de escrever!!! Ou melhor, a falta de concentração. Tem dias que você precisa fazer um trabalho acadêmico ou até mesmo um texto de opinião, e as ideias não fluem, você escreve, escreve e escreve mais um pouco, mas sempre é a mesma coisa. É uma sensação ruim, de fracasso. Nos sentimos incapazes de escrever algo que vá contribuir com o conhecimento do leitor.

De acordo com o site Uol, concentração é: “Capacidade pessoal de provocar um estado de sensibilização para ficar em alerta, selecionando unidades importantes de informação entre milhares disponíveis. Ao mesmo tempo, bloquear o impacto de sinais irrelevantes e focar sinais relevantes da tarefa, direcionando os pensamentos para o plano de ação.

Pois bem, falar é fácil, mas fazer? O que seria necessário para se concentrar de verdade? Difícil de falar. Cada pessoa tem seu momento, seu jeito de se concentrar. Para mim, fone no ouvido, música calma, um computador e algum objetivo, e as ideias começam a fluir. É tão bom terminar uma análise crítica ou uma resenha que tem conteúdo, argumentos e levar um propósito ao leitor.

Um exemplo é em dia de correção do jornal. Com a saída da Isolde Scheibe, a parte da correção ficou por conta da dupla dinâmica Cassi Dill e Cassi Bender. No meu caso, um desafio, pois antes eu apenas contribuía com a digitação de textos prontos e a venda de anúncios. E passar a ter a responsabilidade de corrigir um Jornal de Circulação Regional é grande.

Às vezes, nos surpreendemos com erros que aparecem na edição impressa, que na hora da correção, nem nos damos conta. Claro que cada uma corrige de uma forma diferente, e ninguém é perfeito.

Dúvidas de gramática surgem a todo momento, e sempre há o dicionário e a internet para sanar algumas questões. Mesmo assim, não somos formadas em Letras ou Português para fazer tudo certo, sem nenhum erro. Mas nos esforçamos para deixar a redação do ABC correta, e passar todas as informações para a comunidade chapadense e regional.

Gostaria de ter o conhecimento e o dom dos grandes pensadores, escritores e redatores, que com poucas palavras transmitem grandes mensagens; que conseguem rimar palavras e deixar a leitura mais suave; de criar histórias envolvente, nos mínimos detalhes, deixando sempre o gostinho de quero mais. Mas já que esse dom eu não tenho, é bom sempre se aperfeiçoar e buscar formas que auxiliem na redação do nosso jornal.

Chega-se a conclusão que a concentração é o passo inicial para um trabalho bem feito. A mente “limpa” para novas ideias, sempre vai ser mais produtiva.

Cada pessoa precisa descobrir qual a melhor forma para buscar esse momento de criação, e até mesmo, para pensar e refletir sobre o dia a dia.

Pense, concentre, realize. Busque, pesquise e concretize. Não são ordens, são conselhos que podem mudar o seu pensamento e seu modo de trabalho.

#assimficamaisfácil

Publicado no ABCNotícias do dia 22/8/2014