logo fm91 logo 1500am whats-radio9

COAGRIL sugere produtores a assinarem termo de adesão junto à empresa Monsanto

logo

No sábado, 9 de fevereiro, em entrevista ao Programa Ponto de Vista da Rádio Simpatia o presidente da COAGRIL (Cooperativa dos Agricultores de Chapada Ltda) Alzerino Rigodanzo falou sobre a questão dos Royalties (pagamento por tecnologia implantada) da empresa Monsanto (empresa pioneira no desenvolvimento de tecnologias limpas que contribuem para aliar produção de alimentos com preservação ambiental. Seus produtos visam produzir mais com menos, promovendo proteção à biodiversidade e economia de recursos naturais). Nico comentou que aconteceu uma reunião em Bento Golçalves com cooperativas interessadas para tratar sobre a adesão das tecnologias, que já está em discussão deste 2004.

No dia 8 de fevereiro, aconteceu uma reunião no município de Cruz Alta, com o departamento jurídico e direção da Monsanto para melhor entender a lei dos royalties.

Conforme o presidente, o Governo não disponibiliza investimentos em tecnologia para a agricultura, por isso, dependem da soja transgênica, produzida pela empresa.

A COAGRIL possui um termo assinado com a Monsanto, onde os produtores são cobrados pela cooperativa, que logo repassa o valor para a Monsanto. Todo produtor que vendeu a sua produção depois do mês de outubro está com o valor do seu royaltie depositado em uma conta da COAGRIL que ainda não foi repassada para a Monsato.

O valor não foi depositado pois a empresa abriu mão de cobrar pelo fato que o estado do Mato Grosso fez uma liminar para não pagar as tecnologias implantadas pela empresa, mas essa liminar foi derrubada, e agora, os produtores precisam assinar um termo que isenta de pagar a Monsanto sobre duas variedades de soja.

Segundo o presidente da cooperativa de Chapada, seria muito importante que os produtores de Chapada assinassem um termo para não pagar os royalties dos anos de 2013 e 2014. Porém, é necessário conscientizar o produtor de que é preciso pagar pela tecnologia pois todos necessitam que alguém ou uma empresa continue pesquisando e estudando para buscar melhores resultados e melhorias para que a produção aumente. Maiores informações podem ser obtidas com o Departamento Técnico.

 

FONTE: REDAÇÃO JORNAL DE CHAPADA