logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Pais de gaúcha se mobilizam pelos netos

thumb copia copia

Os familiares da gaúcha Gisele Dorneles, 28 anos, assassinada pelo companheiro em 3 de outubro na Espanha, receberam nessa terça apoio da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres e da Assessoria de Cooperação e Relações Internacionais (Acri) do governo do Estado. A mãe da vítima, Maria Cristina Dorneles Ramos, que passou mal ao saber da morte da filha, receberá atendimento psicossocial da rede local de atendimento, em Cachoeirinha, onde mora. 

O assessor da Acri, Fabio Balestro, disse que o Itamaraty foi acionado para custear a repatriação das crianças, um menino de 5 anos e uma menina de 4. Além disso, trâmites legais estão sendo realizados pelo governo gaúcho para possibilitar a ida a Barcelona de um familiar do lado materno para acompanhar a vinda dos filhos de Gisele. Maria Cristina disse não ter condições físicas e psicológicas para ir à Espanha buscar o corpo da filha e os netos. “Dói muito a perda de uma filha”, afirmou. As crianças falavam com ela e seu segundo marido pelo Skype. 

O padrasto de Gisele e segundo marido de Maria, Floriano Luiz Ramos, deve ir a Barcelona, assim que o Itamaraty garantir a guarda legal das crianças. “Trazer os netos seria uma alegria”, disse. “Talvez o único remédio para aplacar a dor da perda de Gisele”, afirmou.

Fonte: Correio do Povo