logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Obesidade atinge 58% das mulheres brasileiras

obesidade-mulheres-11475135-2869

Em 11 de outubro é celebrado o Dia Nacional da Prevenção da Obesidade, doença definida pelo acúmulo de gordura no corpo, causado por excessivo consumo de calorias na alimentação, superior ao que o organismo necessita.

Segundo estudo divulgado na revista cientifica Lancet, o Brasil tem mais pessoas acima do peso ou obesas do que a média mundial.

Segundo dados, 58% das mulheres e 52% dos homens brasileiros são obesos.

"Fica claro que a obesidade não está ligada apenas a estética e, sim, a sua saúde e qualidade de vida. Considerada hoje em dia uma doença crônica, a obesidade provoca ou acelera o desenvolvimento de muitas doenças, e pode causar a morte precoce. Se o País continuar nesse ritmo, com hábitos alimentares politicamente incorretos, o mundo em desenvolvimento se aproximará dos padrões de países desenvolvidos, com maior consumo de alimentos industrializados", ressalta o endocrinologista Mohamad Barakat.

Outro estudo publicado na revista The Lancet, em agosto deste ano, concluiu que a obesidade favorece o desenvolvimento dos 10 tipos mais comuns de câncer. Neste estudo, foram acompanhadas 5 milhões de pessoas durante sete anos e comprovou-se que há uma relação entre o câncer e o IMC (Índice de Massa Corporal), na qual a cada elevação de 5Kg/m² aumentam os riscos de câncer de útero, rim, vesícula , tireoide, leucemia, fígado, ovário, mama, entre outros. E o risco permanece até para aqueles que apresentam IMCs menores que 30, ou seja, que não apontam obesidade, mas ainda estão acima do peso.

Ainda, para Barakat, diante desses números do aumento da obesidade no Brasil a única solução é aumentar e fortalecer campanhas de estímulos a qualidade de vida. "Conhecendo o alto número de pessoas obesas em uma sociedade, é imprescindível um maior estímulo para a prática individualizada de atividades físicas, e o respeito às características clínicas de cada um.

Mas o primeiro passo é mudar velhos hábitos. Vale lembrar que o corpo interpreta e reflete a sua atitude", completa o especialista.

Fonte: vila Mulher