logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Lei Geral da Copa acende discussão sobre o ano letivo de 2014

logo-copa-2014

O ano letivo de 2013 recém iniciou para a maioria dos estudantes do Rio Grande do Sul e já se pensa no ano de 2014, quando o Brasil sediará a Copa do Mundo. Motivo? A Lei Geral da Copa, no artigo 64, destaca que “em 2014, os sistemas de ensino deverão ajustar os calendários escolares de forma que as férias escolares decorrentes do encerramento das atividades letivas do primeiro semestre do ano, nos estabelecimentos de ensino das redes pública e privada, abranjam todo o período entre a abertura e o encerramento da Copa.”

A competição acontecerá entre 12 de junho a 13 de julho de 2014 e cumprir a norma exigiria o início do ano letivo logo no começo de fevereiro, comprometendo as férias de muitas famílias no próximo verão, e levanta críticas de que a interrupção prolongada no inverno traria prejuízos pedagógicos aos estudantes - além de questões práticas, como onde deixar as crianças.

Como o Mundial dura um mês, escolas e instituições de Ensino Superior estarão fechadas pelo dobro do período máximo normal de férias. Para cumprir o requisito mínimo da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) de 200 dias letivos no ano, a mudança exigiria ainda que, em 2014, as aulas começassem no início de fevereiro. Como resultado, muitas famílias teriam de abreviar a folga de verão.

 

FONTE: REDAÇÃO RÁDIO SIMPATIA COM INFORMAÇÕES DE ZERO HORA