logo fm91 logo 1500am whats-radio9

“Notícias &”, por Caren Luísa Klein

textossite copia copia copia copia

 

No último sábado, 11 de outubro, foi minha vez de apresentar o programa Ponto de Vista, na Rádio Simpatia 1500 AM. Porque eu? Ah, essa é fácil de responder, porque o assunto faz parte do universo feminino, e quem entende mais dele que nós mulheres... O Ponto de Vista saiu dos estúdios da Rádio Simpatia e foi parar no CAIS de Chapada, porque lá estava acontecendo um lindo evento referente ao Outubro Rosa.

Em outra edição do ABC você já acompanhou um pouco sobre o que é o Outubro Rosa, mas não custa recapitular: “O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e/ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama”.

As mulheres puderam participar das diversas oficinas que foram oferecidas na manhã do dia 11. Entre elas tinha: cabelo e maquiagem, unha, oficina do artesanato onde elas confeccionaram um lindo filtro dos sonhos, dicas de prevenção de DST’s (doenças sexualmente transmissíveis), puderam aprender a fazer o auto-exame, conferiram depoimentos de mulheres que tiveram câncer de mama no município, realizaram o agendamento de exames, tiveram dicas nutricionais e psicológicas, pilates, entre outros... As mulheres adoraram e se divertiram numa manhã que foi só delas, e eu, é claro, estive lá para conferir tudo e contar para vocês ouvintes da Simpatia AM e leitores do ABC.

Quero aproveitar para agradecer a equipe do CAIS que me recebeu naquela manhã bem tumultuada e dividiu conosco um pouco dos seus conhecimentos na área da saúde da mulher. Agradeço também pelos exemplos encontrados lá, a dona Venúncia que contou como o câncer mudou a vida dela, e que depois dessa doença, nasceu de novo e está aproveitando muito mais a vida.

Durante o Ponto de Vista lembrei-me muito de minha tia. Eu perdi duas tias para o câncer. A tia Nair Klein Roman, teve dois cânceres na cabeça e para a Maria Anna Klein a doença iniciou pela mama. Por isso, tenho consciência que devemos nos cuidar agora, não deixar para amanhã o exame que podemos fazer hoje, o tratamento do menor problema que apareça, pois amanhã, pode ser tarde demais.

Dados da Secretaria Estadual da Saúde mostram que o câncer de mama, é uma das principais causas de morte entre as mulheres. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2014, o Brasil deve registrar 57.120 casos novos de câncer de mama, com um risco estimado de 56,09 casos a cada 100 mil mulheres. No Rio Grande do Sul, este índice chega a 81 casos confirmados para cada de 100 mil mulheres e, em Porto Alegre, são registrados 120 casos a cada 100 mil mulheres. Com estes índices, é fundamental desenvolver estratégias para estimular o diagnóstico precoce tanto entre profissionais quanto entre mulheres.

Para enfrentar este desafio, o Governo do Estado investiu mais de R$ 56,3 milhões na aquisição de mamógrafos, entre 2010 e 2013. Atualmente, o RS possui 171 mamógrafos disponíveis para realização do exame pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliou em 25,5% o número de exames realizados no período. Somente em 2013, foram feitas mais de 356 mil mamografias, atingindo uma cobertura de 64% da população em todas as faixas etárias. O número de consultas especializadas realizadas com médico mastologista, nos últimos quatro anos, ultrapassa 166 mil.

Não devemos nos prevenir somente nestas datas em que são feitas campanhas. Tem uma frase que diz: “Prevenir é o melhor remédio”. #ficaadica.

Publicado no ABCNotícias do dia 24/10/2014