logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Bem-Estar & Saúde: Qual o melhor protetor solar para você

qual-o-melhor-protetor-solar-para-sua-pele-thumb-570

Escolher um protetor solar adequado não é uma tarefa tão simples assim. É preciso priorizar o produto adequado ao seu tipo e tonalidade de pele, além de levar em consideração se há lesões, gravidez e até mesmo a faixa etária.

Peles com propensão a alergia, acne e rosácea:

Essas pessoas devem evitar produtos que contenham conservantes ou fragrâncias. Prefira os filtros solares físicos, pois eles são menos susceptíveis a causar reações cutâneas, além de evitar produtos que contenham álcool na formulação. 

Pacientes com tendência à acne devem evitar filtros solares gordurosos. Prefira os produtos com fórmulas "oil free", em gel ou gel-creme.

Além do mais, as pessoas em uso de medicações tópicas para tratar a acne devem redobrar os cuidados, uma vez que alguns medicamentos podem aumentar a sensibilidade ao sol, causando queimaduras. Nesse caso, vale a pena consultar o médico.

Pele seca:

A pele seca pode se beneficiar de protetores solares hidratantes. Há no mercado diversos filtros solares que também hidratam a pele, formulados como cremes, loções, emulsões e geis. 

Mas, o protetor solar não substitui o hidratante. Por isso, passe o cosmético de costume no rosto e no corpo pelo menos 15 minutos antes do protetor.

Para tons de pele mais escuros:

Essas pessoas, normalmente, pensam que não há necessidade de utilizar protetor solar, o que é um erro. A radiação solar também causa malefícios nesse tipo de pele. 

Desta forma, prefira os filtros solares físicos, especialmente os produtos à base de titânio, com ampla cobertura contra os raios UVA e UVB, com FPS 15, no mínimo.

Para as gestantes:

A gestante deve usar muito filtro solar no rosto, para evitar o melasma (manchas). Durante esse período, a capacidade de absorção da pele é maior, por isso, é imprescindível redobrar os cuidados com as substâncias contidas em todos os produtos que a gestante usar. 

A escolha do fotoprotetor deve ser compatível com o tipo de pele, ou seja, se a mulher tem tendência à oleosidade e acne, por exemplo, o filtro solar deve ser não-comedogênico. 

É fundamental que o produto tenha proteção FPS 35, no máximo, pois garante proteção e é seguro para a gestante. Isso porque, quanto maior o fator de proteção, mais produtos têm na composição.

Fonte: Vila Mulher.