logo fm91 logo 1500am whats-radio9

MORTE NO QUARTEL - Soldado teria matado o colega porque teria negado um cigarro

17052535

O soldado Raziel dos Santos, 18 anos, teria matado o colega Roger Lazaretti Rodrigues, da mesma idade, por causa de um cigarro, diz a denúncia do Ministério Público Militar. Santos responde processo por homicídio doloso qualificado por motivo fútil, por dificultar a defesa da vítima e por estar em serviço e utilizar-se disso no momento do crime.

Ambos os jovens cumpriam serviço militar obrigatório no Regimento Mallet, em Santa Maria, desde março deste ano. Eles faziam trabalho de sentinelas, guardas no quartel. Conforme a denúncia, no dia 6 deste mês, Santos teria entrado de serviço, por volta das 10h30min, pego o armamento no Corpo da Guarda _ os militares usam armas e munição real para a atividade _ e ido até o alojamento onde Rodrigues se preparava para ir embora _ ele estava saindo de serviço. 

Ainda segundo a denúncia, Santos teria se aproximado e pedido um cigarro a Rodrigues, que teria negado. Santos teria insistido e, diante de nova negativa do colega, Santos teria destravado o fuzil e atirado contra a cabeça de Rodrigues.

A denúncia do Ministério Público Militar teve como base procedimento realizado pelo Exército, que ouviu três testemunhas que presenciaram o fato, além do próprio autor do disparo.

Fonte: ZH