logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Bispo da Diocese de Cruz Alta visitou Chapada

bispoo

Na última terça-feira, 28 de maio, o Poder Executivo recebeu a visita do bispo Dom Friedrich Heimler, da diocese de Cruz Alta e do coordenador da pastoral e pároco da Paróquia de Cruz Alta, padre Magnus Camargo da Silva.

O encontro contou com a presença de autoridades do município, prefeito, vice-prefeita, secretários, pároco da Paróquia São José, João Sênio Wickert e de membros do Conselho Paroquial.

Segundo o bispo, a diocese está realizando visitas em todas as comunidades que pertencem a ela. O objetivo é de conhecer melhor o município e a comunidade. Essas visitas são realizadas há 2 anos, mas sem o contato com as lideranças municipais. É um momento de interação e serve para a comunidade questionar e conhecer a diocese e vice-versa. Para ele, a Igreja Católica tem capacidade para dialogar com a comunidade e por isso realiza esse trabalho de visitas. No encontro, relatou um pouco sobre os trabalhos da pastoral.

O prefeito Carlos Catto lembrou de quando Dom Friedrich foi seu professor e lhe chamava a atenção para manter um olhar fixo sobre os bairros mais pobres, cuidar das crianças e dar mais atenção à educação. Ele também questionou sobre a regularização dos locais onde se reúnem muitas pessoas, como os pavilhões e igrejas. Em relação a isso, o bispo comentou que das 554 comunidades, 120 já estão regularizadas, mas muito ainda precisa ser feito. O prefeito também sugeriu que se fizesse um treinamento nas comunidades, ensinando algumas pessoas como, e em qual situação deve ser usado cada extintor. O coordenador da pastoral disse que estão sendo analisadas as melhores formas para se adequar.

O prefeito apresentou alguns dados referentes ao município, passando informações de cunho significativo em relação à população, economia, educação e saúde. Enfatizou a importância da agricultura, em especial da bacia leiteira (uma das principais bases da economia do município).

Mostrou-se preocupado quanto à falta de mão de obra no interior, pelo fato dos jovens deixarem o campo em busca de melhores oportunidades, e por não querer trabalhar nos finais de semana, “este é um problema frequente no Brasil, muitas pessoas de outros países vêm para cá suprir às necessidades de mão de obra”, disse ele. Carlos ressaltou a qualidade de vida e a saúde no município.

Segundo ele, boa parte da economia vem da grande população de aposentados. Dom Friedrich ainda abordou um assunto que segundo ele é pouco falado e que necessita de mais atenção, trata-se da taxa de natalidade.

Também está preocupado com a questão dos padres, pois muitos já estão em uma idade mais avançada e precisam ser substituídos, porém há poucos seminaristas. É uma situação grave, pois os pais influenciam os seus filhos a trabalhar e constituir família, e assim poucos destinam a sua vida ao serviço religioso.

No final do encontro, Dom Friedrich apresentou o Livro ‘Compêndio da doutrina social da Igreja’, que retrata temas diversos, e pediu que ele esteja disponível para que todos possam lê-lo. O coordenador agradeceu ao espaço cedido pelo prefeito e coordenou uma oração encerrando a visita ao Poder Público.

Eles também visitaram a Câmara Municipal de Vereadores, e realizaram encontros com os ministros, catequistas, demais integrantes da pastoral e com as diretorias das comunidades.

O bispo finalizou a visita pastoral na quinta-feira, 30 de maio, na Celebração de Corpus Christi.

 bispo

FONTE: REDAÇÃO JORNAL DE CHAPADA