logo fm91 logo 1500am whats-radio9

AMZOP reuniu prefeitos da região em manifestação

AMZOPMANIF 

A BR 386, no km 134, em Sarandi foi bloqueada pelos prefeitos, secretários municipais, vereadores e presidentes de entidades de classe, na manhã da quinta-feira, dia 4 de julho. O ato público promovido pela Associação dos Municípios da Zona da Produção (AMZOP) reuniu mais de mil lideranças de 110 municípios.

Além de lideranças da Zona da Produção, a manifestação reuniu também representantes de mais três associações de prefeitos: Associação dos Municípios da Região Celeiro (AMUCELEIRO), Associação dos Municípios, Associação dos Municípios do Alto Uruguai (AMAU) e Associação dos Municípios do Alto Jacuí (AMJA).

O bloqueio durou 30 minutos, mas o ato público no local iniciou às 10h30min e prosseguiu até às 11h45min, nas margens da rodovia federal. Antes, às 9h30min os manifestantes se reuniram em frente à agência do Banco do Brasil local, onde também os prefeitos se manifestaram, especialmente em relação à queda dos valores repassados através do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal fonte de recursos das prefeituras. Após o ato público no centro da cidade todos se deslocaram até a BR 386.

Dezenas de faixas e cartazes registravam as reivindicações e preocupações dos prefeitos. Além da necessidade de recomposição dos valores do FPM, as manifestações foram centradas na necessidade do governo retomar as obras de pavimentação de estradas intermunicipais.

Segundo o presidente da AMZOP, Zílio Roggia, no ato estavam representados 110 municípios. “Existe um clamor dos administradores municipais pela recuperação das perdas do FPM, que desde 2008 vem caindo constantemente, enquanto os encargos assumidos pelas prefeituras aumentam cada vez mais”, observa Roggia.

O presidente da AMUCELEIRO, Claudemir Locatelli também mostrou sua indignação

com a atual realidade financeira dos municípios. Ele, assim como Roggia, criticou a concentração de recursos em Brasília.

Longas filas de veículos se formaram nas duas extremidades da manifestação. A Polícia Rodoviária Federal orientou o trânsito.

A manifestação foi pacífica. Não faltaram faixas fazendo alusão aos casos de corrupção no Brasil. “A equipe da AMZOP esteve mobilizada e participou ativamente na organização deste evento inédito e significativo”, destacou o secretário executivo da entidade, Luiz Gustavo de Souza.

 

FONTE: ASSESSORIA AMZOP