logo fm91 logo 1500am whats-radio9

Pastor Carlos Frühauf comemora jubileu de prata

SAM 0399

Neste domingo, 16 de dezembro às 10 horas, acontecerá culto festivo na Igreja Evangélica de Chapada e após um almoço de confraternização no Centro Comunitário Evangélico entre membros da comunidade de Chapada e de outras comunidades da Paróquia. Na oportunidade, será celebrado o Jubileu de Prata do Pastor Carlos Frühauf.

No dia 20 de janeiro de 2013, o pastor Carlos, como é conhecido por todos, celebra 25 anos de vida pastoral na Paróquia de Chapada. O pastor Carlos, que é natural da cidade de Lajeado – RS, iniciou seu pastorado no dia 1° de agosto de 1985 na cidade de Presidente Venceslau, estado de São Paulo, e após dois anos foi reenviado pela Igreja e teve a possibilidade de visitar as paróquias de Chapada, Ernestina e Victor Graeff, sendo que o pastor visitou apenas a paróquia de Chapada, optou por ficar aqui e permanece até hoje.

Em conversa com a equipe do Jornal de Chapada o pastor Carlos contou que tem

muitos amigos e parentes que moram em grandes cidades, e assim que pode realiza visita a eles, mas que não troca o município por nem um outro. “Sempre digo que moro dentro de um shopping, em um raio de 100 metros tenho tudo que preciso, além da amizade que conquistei aqui. Tenho uma ligação histórica com Chapada, meu pai e meu avô já moraram aqui, acredito que seja por isso que me adaptei tão bem no município”, falou o pastor Carlos.

Segundo o pastor, nesses 25 anos muitas coisas marcaram sua vida na comunidade, mas uma das que mais marcou foi o Dia Sinodal da Igreja, que aconteceu no ano de 2005, onde esteve presente na comunidade o pastor presidente da igreja.

Para ele, ser pastor é cuidar das pessoas, ajudá-las a despertar o seu melhor, “é por isso que é preciso viver próximo de Deus, quanto mais próximo melhor. Tenho muita gratidão ao povo chapadense, que me acolheu desde o momento que cheguei aqui, gostaria de poder apertar a mão de todos e dar um abraço apertado, pois se faço bem às pessoas, quero dizer que elas também fazem muito bem a mim”, falou o pastor Carlos Frühauf.

FONTE: REDAÇÃO JORNAL DE CHAPADA